DICAS PARA QUEM VAI COMPRAR UM CARRO USADO NO FINAL DO ANO

 

Os veículos Zero  km no Brasil aumentam mês a mês e o brasileiro reclama – com razão – que esses valores não resultam em boas compras.

 É muito comum ver um modelo caro e que não oferece um simples ar-condicionado de série em um país de clima quente como o nosso. Por esses e tantos outros motivos, a opção por seminovos e usados passou a fazer parte da rotina.

 

Para não comprar um mico disfarçado de bom negócio, confira aqui  dicas valiosas de para a hora da escolha de um veículo usado.

 

EM QUAIS LUGARES É MAIS RECOMENDÁVEL EFETUAR A COMPRA DE UM USADO?

 

O primeiro é optar por esse tipo de compra em uma concessionária da marca do carro pretendido. É um local que geralmente oferece alguma garantia e dados mais fidedignos do veículo. O segundo é ir acompanhado de um mecânico de confiança no momento da compra. “Ele vai saber por onde começar a olhar o automóvel”

 

 Comprar em um estabelecimento regularizado é importante, pois , esses lugares costumam fazer um filtro do que é essencial para entregar o carro ao futuro proprietário, como saber se ele foi recuperado de um sinistro e se há bloqueios administrativos. Comprar de locadoras também pode ser bom negócio, já que a maioria adquire os carros de um único dono.

 

O QUE CHECAR VISUALMENTE?

 

No momento da compra deve-se verificar todos os itens de segurança desde a validade do extintor, a existência de chave de rodas, triângulo e até as condições do estepe. Verifique  o nível de óleo e sua periodicidade de troca e solicitar até o histórico de manutenção do veículo, para que o futuro dono dê continuidade na conservação.

 

O QUE OLHAR NA MECÂNICA?

 

Uma dica básica, é ligar o carro em marcha lenta e verificar os níveis de ruído na cabine e de vibração do volante e da alavanca de câmbio – no caso de um modelo manual. “Dê uma volta no quarteirão para checar também se há folga no pedal de freio e como o veículo se comporta quando passa em um buraco. Recomendo, se possível, levar um mecânico de confiança no momento da compra. Ele, ao ligar o veículo e dirigir, terá condições de avaliar com mais precisão.

 

SE SOFREU BATIDA FORTE OU PASSOU POR ENCHENTE, COMO IDENTIFICAR?

 

Se o carro foi bem consertado é difícil perceber. Mas o que os profissionais recomendam verificar é o alinhamento de portas, capôs e porta-malas, se há irregularidade nos tons da pintura e olhar minuciosamente os parafusos, em especial das portas e tampas.  Esses parafusos, quando vêm de fábrica, são geralmente pintados na cor da carroceria. Quando eles são de outros tons, é porque já houve algum conserto.

 

PASSOS BUROCRÁTICOS E PENDÊNCIAS JURIDICAS O QUE FAZER?

 

Após comprar um veículo, é necessário fazer a comunicação de venda ao Departamento Estadual de Trânsito do município e a transferência em um prazo de até 30 dias. Algumas unidades do Detran oferecem um passo a passo completo para consulta na área de Veículos do em seu sites. Caso o licenciamento não esteja pago ou existam outros débitos pendentes, é preciso quitar tudo para efetuar a transferência.  Consultas aos outros portais da  Secretaria da Fazenda e da prefeitura da cidade, vão permitir  consultar débitos do veículo por meio de CPF e/ou CNPJ.