Curitiba

“Investigação da Quadro Negro não pode acabar em pizza",declara Nereu Moura

Foto: APP sindicato

O deputado estadual Nereu Moura defendeu nesta sexta-feira (02) a apuração minuciosa do desvio de R$20 milhões da construção e reforma de escolas do Paraná.
A Polícia Federal começou a ouvir os investigados no esquema revelado na Operação Quadro Negro do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).
Entre as figuras apontadas estão assessores e secretários do governador Beto Richa.
“Tudo isso deve ser apurado a fundo. Basta rodar o Estado, como faço semanalmente, para encontrar escolas caindo aos pedaços e outras que não passam de construções abandonadas. É uma afronta aos paranaenses. Os envolvidos terão que pagar caro”, disparou o parlamentar.
Segundo o inquérito, o dinheiro arrecadado por fiéis escudeiros de Beto Richa foi para caixa 2 da campanha de reeleição em 2014 do atual governador do Paraná.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--