Mundo

Estado de Nova York processa Fundação Trump por conduta ilegal

Ilustrativo Pixabay

O Estado de Nova York anunciou nesta quinta-feira (14) que está processando a Fundação Donald J. Trump, ligada ao presidente americano, por violar leis estaduais e federais que regem organizações não lucrativas.
O processo, segundo o jornal The New York Times, corre na Suprema Corte Estadual de Manhattan.
A ação busca dissolver a fundação e impedir que o presidente Donald Trump e três de seus filhos -Donald Jr., Ivanka e Eric- possam atuar em organizações sem fins lucrativos.  
A procuradora geral, Barbara Underwood, diz que a fundação era usada pelo presidente para fins privados. Uma das acusações é de que teria desembolsado US$ 10 mil (R$ 37 mil) em um retrato de Trump que está pendurado em um de seus clubes de golfe.
Há suspeita também de que a organização tenha sido usada para barganhar favores políticos. Na corrida presidencial de 2016, a Fundação Trump teria virado um braço virtual da campanha do republicano.
O responsável pela campanha de Trump, Corey Lewandowski, teria inclusive direcionado seus gastos à organização, o que não é permitido.
Trump usou as redes sociais para responder as acusações. 
Ele acusou os "imorais democratas de Nova York" e Eric Schneiderman, predecessor de Underwood no cargo, de fazerem o possível para processá-lo por uma fundação que custou US$ 18,8 milhões (R$ 69,9 milhões) e destinou para caridade ainda mais dinheiro, US$ 19,2 milhões (R$ 71,4 milhões).
O jornal lembra que, em 2007, para encerrar com uma briga entre a cidade de Palm Beach e um resort de Trump, a fundação pagou US$ 100 mil (R$ 370 mil) para outra instituição beneficente, a Fisher House Foundation.
A Procuradoria busca US$ 2,8 milhões (R$ 10,4 milhões) em restituição, e a fundação e seus diretores podem enfrentar multas de milhões de dólares, dependendo do entendimento do tribunal.  
Além disso, quer impedir ainda que Trump possa atuar como diretor ou responsável por outra organização beneficente pelos próximos dez anos.
 

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--