Mundo

"Pirraça" pode levar o mundo à destruição nuclear, diz Nobel da Paz

A destruição da humanidade por uma guerra nuclear está prestes a ser detonada por uma "pirraça impulsiva", alertou neste domingo (10) a Campanha Internacional para Abolir Armas Nucleares (Ican), vencedor do Nobel da Paz deste ano. Não foram citados nomes, mas EUA e Coreia do Norte vêm trocando ameaças devido aos testes nucleares do país asiático.
"Será o fim das armas nucleares ou será o nosso fim?", afirmou a líder da Ican, Beatrice Fihn, em discurso ao receber o prêmio, em Oslo, na Noruega.
"O único curso de ação racional é deixar de viver sob circunstâncias em que nossa destruição mútua está à distância de uma pirraça impulsiva", disse.
"[Armas nucleares] São a arma de homem louco apontadas diretamente contra nossa têmpora."
A Ican é uma coalizão de 468 ONGs de 101 países que fazem campanha pelo Tratado para a Proibição de Armas Nucleares da ONU, adotado por 122 países.
HIROSHIMA
Também discursou em Oslo Setsuko Thurlow, 85, sobrevivente do ataque atômico de Hiroshima, em 1945 no Japão, durante a Segunda Guerra Mundial. Hoje ela é ativista da Ican.
Ela foi resgatada dos escombros de um prédio a 1,8 km do epicentro da bomba. A maioria de seus colegas morreu queimada viva.
"Uma procissão de figuras fantasmagóricas se seguiu. Pessoas grotescamente feridas, elas estavam ensanguentadas, queimadas, enegrecidas, inchadas", contou.
"Partes de seus corpos estavam faltando. Carne e pele estavam pendurados de seus ossos. O cheiro horrível de carne humana queimada enchia o ar."

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--