Agronews

Cooperativa registra recebimento de 11,5 milhões de sacas milho

Depois da soja, o milho é a segunda opção de produção agrícola cultivada no campo pelos produtores da região Oeste do Paraná, em especial na área de atuação da Copacol. Nesta safra a produtividade chegou a números recordes, diante de um maior volume de área cultivada em relação a safras anteriores.
Fatores positivos como as boas condições do clima durante o ciclo da cultura e na colheita, foram essenciais e fizeram com que a Copacol recebesse de 11,5 milhões de sacas do produto, que contribui com a qualidade das rações que são utilizadas nas integrações de produção animal.
Outro fator que deve ser levado em consideração em relação à safra anteriores, foi o baixo índice de umidade do grão na hora da colheita, que além de facilitar, agilizou o fluxo de recebimento nas unidades da Cooperativa e ao mesmo tempo a colheita no campo.
De acordo com o gerente técnico da Cooperativa, Fernando Fávero, a boa produtividade também está atrelada ao cumprimento das recomendações técnicas e o uso das tecnologias por parte dos produtores que nesta safra utilizaram a aplicação de híbridos ideais indicados pela Cooperativa para cada tipo de clima e solo da região.
“Também destacamos a participação dos produtores em nossos eventos técnicos. É uma somatória de esforços que culminaram com este recorde de produtividade”, destaca Fernando.
Ele diz que a média de produção de milho no Brasil é de 201 sacas por alqueire, enquanto que nesta safra os cooperados da Copacol colheram uma média de 245,4 sacas por alqueire, ou seja, 44 sacas a mais que a média nacional. “Isso mostra que estamos evoluindo em termos de produtividade, mesmo não tendo alcançado a nossa meta que era atingir nesta safra 270 sacas por alqueire”, conclui o gerente.
Para o presidente da Copacol Valter Pitol, todos os investimentos que são realizados como o CPA (Centro de Pesquisa Agrícola), permitem a evolução da produtividade e da rentabilidade dos produtores em cada safra.
“Parabenizamos os nossos produtores pela colheita da safra recorde de milho, entregue nas unidades da Cooperativa”, finaliza Pitol.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--