Saúde

Hospital Consolata encerra as atividades em Cafelândia

Marcelo Ribas

Em menos de 48 horas o Hospital Nossa Senhora da Consolata de Cafelândia fechará as portas e encerra as atividades depois décadas de prestação de serviços ao município. O último dia de funcionamento está previsto para amanhã e na segunda-feira (14) o hospital deixa de atender aos pacientes. Segundo o Dr. Culestino Kiara, médico responsável pelo hospital, a decisão foi tomada tendo em vista que não há mais condições de manter o hospital em funcionamento.
O médico explica que o ministério público vem pedindo reformas na estrutura do hospital. No entanto, as reformas são inviáveis neste momento, pois o novo hospital municipal está com sua estrutura física pronta e necessita apenas dos equipamentos para começar a funcionar.
Apesar do Consolata ser um hospital particular, em torno de 90% dos procedimentos são realizados pelo SUS. Em 2015, o hospital quase foi interditado pela vigilância sanitária e precisou se adequar para continuar atendendo a população à época.
O médico que está há mais de 15 anos trabalhando no hospital explica que a intenção era manter as atividades, mas devido à necessidade das reformas e o custo alto que seria gasto no prédio ficou inviável mantê-lo aberto. Além disso, os 17 funcionários que hoje trabalham no hospital perderão seus empregos.
Agora com a decisão definitiva de fechar as portas os munícipes terão um pouco de transtornos nesse período de transição entre o fechamento de um e a inauguração definitiva do outro hospital.
De acordo com o Prefeito de Cafelândia Dr. Franus, o atendimento que atualmente é realizado no Hospital Consolata, será transferido para o Hospital Municipal. “Nós concluímos a construção do prédio do Hospital Municipal. Vamos utilizar uma parte da estrutura para realizar os atendimentos até que venha o recurso para equiparmos ele 100% e deixar em pleno funcionamento”, destaca o prefeito Dr. Franus.
No caso dos internamentos, os pacientes serão internados para observação e acompanhamento no máximo de 24 horas, com 10 a 15 leitos. Em casos mais graves, onde o paciente necessite de internamento de mais de 24 horas, o município fará o encaminhamento para os municípios de Nova Aurora, Corbélia ou Cascavel.
As consultas de rotina, requisições remédios, exames serão feitos no posto central como é feito hoje e no mesmo local, apenas urgências e emergências, casos rápidos são no hospital novo. Exames rotineiros serão ...

Calhau anuncio noticias

... no posto de saúde central.
De acordo com a atual administração, para que o novo hospital Municipal comece a funcionar completamente ainda falta a liberação dos recursos conquistados, e liberações por parte da Vigilância Sanitária, IAP e Corpo de Bombeiros. A previsão é que tudo esteja pronto até o fim do ano.

 

Como vai funcionar?

De modo geral, o atendimento será quase realizado praticamente da mesma forma como é atualmente. O município continuará atendendo urgências e emergências, com médicos, enfermeiras, técnicas de enfermagem, auxiliar de enfermagem, atendentes, e toda a equipe.
As pré-consultas e consultas serão realizadas normalmente no Posto de Saúde.
No hospital novo serão feitos os atendimentos de urgência, emergência e internamento de observação e acompanhamento de até 24 horas.
Caso o paciente necessite de internação por mais de 24 horas, será encaminhado a municípios vizinhos como Nova Aurora, Corbélia e Cascavel.
O atendimento a emergências continua sendo 24 horas.
Em casos de procedimentos cirúrgicos e parto, o paciente será encaminhado à municípios vizinhos.
Os plantões também serão realizados normalmente das 19h às 7h, incluindo sábados, domingos e feriados.

 

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--