Domingo, 28 de Fevereiro de 2021 22:56
45 99954 3000
Geral Utilidade Pública

Violência patrimonial é um dos fatores que mais impede independência da mulher

“Uma das violências mais cruéis contra as mulheres é feita por meio de controle de dinheiro

18/01/2021 10h24 Atualizada há 1 mês
220
Por: Giovanna Trevelin Fonte: Fernando Martines/HerMoney
HerMoney é uma startup feita por mulheres e para mulheres que faz a gestão financeira da empresa sem que as empreendedoras tenham que gastar tempo colocando uma série de informações. Foto: Pixabay
HerMoney é uma startup feita por mulheres e para mulheres que faz a gestão financeira da empresa sem que as empreendedoras tenham que gastar tempo colocando uma série de informações. Foto: Pixabay

A Lei 13.104 de 2015 tipificou o feminicídio no Código Penal Brasileiro, sendo um dos passos mais importantes para o combate à violência contra as mulheres. Mas o debate não para por aí. A violência contra a mulher tem várias facetas, sendo uma delas a violência patrimonial. 

Trata-se de quando o dinheiro é utilizado para se ter controle sobre a mulher. Pode ser exercida confiscando o salário da mulher, impedindo-a de ter sua independência financeira, interferindo em seu negócio, troca de senhas de cartões e, também, pelo não pagamento de pensão alimentícia. 

Uma das fontes sugeridas para comentar este e assuntos correlatos é a empresária, contadora e especialista em controladoria, Andrezza Rodrigues, fundadora da startup Her Money, que busca empoderar mulheres empreendedoras por meio de uma plataforma de assessoria financeira para pequenas e médias empresas lideradas por mulheres.

“Uma das violências mais cruéis contra as mulheres é feita por meio de controle de dinheiro. E um dos meios de emancipar a mulher é permitir que ela possa gerir um negócio de forma independente. Para isso são necessárias ferramentas simples de gestão. O mundo faz a mulher achar que a gestão de finanças é algo impossível de ser feito. Essa é uma das grandes facetas da violência patrimonial”, afirma Andrezza. 

 

 

Andrezza Rodrigues

É co-fundadora e CEO da Startup HerMoney, contadora com especialização em planejamento estratégico e MBA em controladoria. Atuou como gestora financeira por dez anos, com foco em operações de crédito bancário.

 

HerMoney

É uma startup feita por mulheres e para mulheres que faz a gestão financeira da empresa sem que as empreendedoras tenham que gastar tempo colocando uma série de informações. A ferramenta cuida de toda a rotina e atividades do financeiro, gerando informações relevantes que ficam disponíveis online. Também faz lembretes para a empresária sobre atividades financeiras (contas a pagar, a receber e outros).

 

 

 

Leia também: 

Centros de Atendimento à Mulher mantêm acolhimentos em todo o Paraná

Patrulha Maria da Penha fez 1745 atendimentos em Cascavel no último ano

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias