Domingo, 28 de Fevereiro de 2021 22:34
45 99954 3000
Tecnologia Vacinação

Conecte SUS terá registro de detalhes sobre vacinação contra Covid-19

O app informará ainda quando a pessoa deverá voltar ao posto para tomar, caso esteja prevista, a segunda dose.

21/01/2021 07h53
282
Por: Giovanna Trevelin Fonte: Isabel Butcher - Mobile Time
Aplicativo do Ministério da Saúde, Conecte SUS. Foto: Tony Winston/MS
Aplicativo do Ministério da Saúde, Conecte SUS. Foto: Tony Winston/MS

Depois que o Senado aprovou o projeto que criou a Carteira Nacional de Vacinação, em dezembro, o Ministério da Saúde passa a encorajar a população a baixar o Conecte SUS (AndroidiOS), aplicativo no qual o documento estará inserido digitalmente. Sua proposta é registrar a trajetória de quem busca atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), para, entre outros propósitos, facilitar o monitoramento da vacinação contra a Covid-19 no País. O usuário terá registrado no app qual imunizante contra o novo coronavírus recebeu (de qual laboratório), seu lote de fabricação e a data em que a dose foi tomada. O app informará ainda quando a pessoa deverá voltar ao posto para tomar, caso esteja prevista, a segunda dose. De acordo com o Ministério da Saúde, o Conecte SUS também vai evitar que uma pessoa tome doses de imunizantes de laboratórios diferentes.

Será possível também consultar medicamentos tomados recentemente pelo usuário e exames realizados, inclusive o RT-PCR, de detecção da Covid-19.

Vale reforçar que a ideia do app é reunir todas as vacinas aplicadas, tanto no sistema público quanto no privado. Acoplado ao Conecte SUS, está ainda o Cartão Nacional de Saúde, ou Cartão SUS, documento de identificação do cidadão na rede pública de saúde. O app também deverá incluir informações sobre atendimentos e internações do paciente.

Até o momento, foram feitos 8,5 milhões de downloads. A título de comparação, o Coronavírus SUS (AndroidiOS), aplicativo que possui notificação de exposição à doença, foi baixado pouco mais de 10 milhões de vezes até o início de dezembro de 2020. Nesta mesma época, foram registrados 1,8 mil registros de exames positivos.

 

 

Leia também: 

Paraná dá início à vacinação da comunidade indígena

Vacinas já chegaram a 393 municípios do Paraná

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias