Domingo, 07 de Março de 2021 01:46
45 99954 3000
Agronews Alternativa

Conheça os 5 princípios da “agricultura regenerativa”

“Através da saúde do solo e biodiversidade restabelecida, melhorar a rentabilidade

21/01/2021 08h01 Atualizada há 1 mês
160
Por: Giovanna Trevelin Fonte: AGROLINK -Leonardo Gottems
“A rota para um sistema agropecuário mais produtivo e sustentável está correta!”. Foto: Pixabay
“A rota para um sistema agropecuário mais produtivo e sustentável está correta!”. Foto: Pixabay

“A adoção de um modelo agropecuário regenerativo, para construir novamente a fertilidade natural dos solos brasileiros perdida em diversas propriedades através de agricultura e pecuária convencional desempenhada ao longo dos anos, pode reduzir a dependência dos sistemas de produção em fertilizantes sintéticos e defensivos”. A afirmação é do engenheiro agrônomo Paulo Ramalho.

De acordo com ele, que é coordenador de Desenvolvimento Tecnológico da Barenbrug do Brasil, é possível “através da saúde do solo e biodiversidade restabelecida, melhorar a rentabilidade dos hectares”. O especialista aponta os “cinco princípios da agricultura regenerativa”, que através do solo saudável conta com plantas e animais saudáveis, e sobretudo humanos saudáveis, para sempre ter-se como direção nas decisões sobre as atividades agropecuárias:

    1. Limitar distúrbios no solo: reduzir aração, gradagens e demais operações pelas quais realiza-se o revolvimento do solo;
    2. Proteger a superfície do solo: através de plantas e seus resíduos, manter o solo coberto;
    3. Construir diversidade: através de rotação de culturas e culturas de cobertura;
    4. Manter raízes vivas no solo: fotossíntese presente durante todo o ano;
    5. Integre animais: podem ser utilizadas diversas espécies.

“A rotação de culturas, os sistemas de cultivo mínimo e o plantio direto hoje são tecnologias dominadas e com benefícios consolidados, sendo estes a melhoria da estrutura física do solo com superior infiltração e retenção de água, proteção contra altas temperaturas e veranicos, menor escorrimento superficial da água e menor perda de solo, mesmo que por ventos (erosão eólica), redução de problemas com espécies invasoras, ciclagem de nutrientes e incremento de teor de matéria orgânica no solo”, afirma Ramalho. 

De acordo com ele, já na última década a integração da produção de grãos com pecuária e com produção de madeira (em consórcio de longo prazo com espécies florestais cultivadas) acena também como opção para incremento de resultado financeiro. Além disso, contribui para a diversificação, mas os benefícios adicionais ainda não tão evidentes e comprovados ao produtor. No entanto, “a rota para um sistema agropecuário mais produtivo e sustentável está correta!”, conclui. 

 

 

Leia também: 

Agricultura inicia novos projetos voltados a pequenos produtores

Insetos sofrem com clima, dizem pesquisadores

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Cafelândia - PR
Atualizado às 01h32 - Fonte: Climatempo
21°
Poucas nuvens

Mín. 19° Máx. 30°

21° Sensação
11 km/h Vento
81.2% Umidade do ar
90% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (08/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 31°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Terça (09/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 30°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias