Quinta, 25 de Fevereiro de 2021 16:45
45 99954 3000
Geral Clima

Instabilidade climática segue de Norte a Sul do Brasil

Há previsão para uma nova frente fria para o RS na quarta-feira.

26/01/2021 10h09 Atualizada há 4 semanas
151
Por: Giovanna Trevelin Fonte: AGROLINK - Aline Merladete
foto: Pixabay
foto: Pixabay

Nesta terça-feira (26/01) o tempo segue instável em praticamente todo o país, seguindo um regime muito característico de verão. Os Jatos de Baixos Níveis, que se assemelham a rios voadores, atuam transportando uma grande quantidade de umidade da região norte, para o centro sul do país. E ao mesmo tempo, os ventos em altitude, cerca de 10 km acima da superfície, estão intensificados por conta da atuação de dois sistemas predominantes no verão: a Alta da Bolívia, posicionado no país vizinho e o Vórtice Ciclônico de Altos Níveis  (VCAN) posicionado na região nordeste.

Na região norte, de maneira geral, a maior parte dos estados tem previsão para chuvas, com exceção de RR. Porém na faixa central que se estende do leste do PA ao oeste do AM tem condições para chuvas volumosas devido às instabilidades nas partes mais altas da atmosfera, em conjunto com a grande quantidade de umidade e calor disponíveis. Esses acumulados podem ser localmente fortes principalmente nas regiões próximas às capitais dos estados do AM e PA, e na ilha de Marajó. Nessas localidades os acumulados podem chegar a marca dos 40 mm. No estado do AP, as chuvas continuam de forma persistente, devido a atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), e em especial na faixa leste do estado, onde os acumulados podem ultrapassar os 80 mm. 

A ZCIT também influencia nos volumes de precipitação previstos para a faixa norte do estado do MA e PI, na região nordeste. Essas instabilidades são fortalecidas também pela posição da borda norte do VCAN na região. A atuação deste mesmo sistema impede a formação de nuvens carregadas em seu centro. Com isso, na faixa que se estende do oeste da BA, sul do PI e oeste da PB o tempo fica firme. Na faixa litorânea do leste nordestino, o tempo segue com variações de nuvens e com pouca possibilidade de chuvas.

A presença dos jatos de baixos níveis passando sobre os estados do centro-oeste e as instabilidades nas partes mais altas, mantém as condições para chuvas. Entretanto, as chuvas serão mal distribuídas no estado do MT podendo ser localmente fortes nas áreas próximas à região do Norte Araguaia. Já no MS as pancadas de chuvas serão melhor distribuídas, bem como no estado do GO, onde esses acumulados podem ser significativos no entorno do Distrito Federal e regiões de Vão do Paranã.

Na região sudeste, as condições seguem o padrão típico de verão, com possibilidade de chuvas localmente fortes, em especial entre a tarde e início da noite, devido ao aquecimento diário e principalmente no estado de SP. Em MG, as chuvas mais volumosas ficarão concentradas no Noroeste de Minas e Triângulo Mineiro. Entre o Norte de Minas ao RJ, a presença da massa de ar mais seco, predomina o tempo na região, porém não se descarta a possibilidade de uma chuva localizada e mal distribuída, provocada pelo forte calor em superfície. 

Na região sul, a grande concentração de umidade da região amazônica, transportada pelos jatos de baixos níveis, e a umidade marítima, somam condições para a manutenção das chuvas na faixa leste entre o PR e SC, onde o tempo continua bastante encoberto e com a possibilidade de chuva a qualquer momento do dia. Além disso, a presença de um cavado, uma região alongada de baixa pressão, contribui para as instabilidades no RS. Essas instabilidades terão mais força entre o final do dia e início da noite, podendo ser acompanhadas de tempestades localmente fortes principalmente no oeste gaúcho e nas regiões da Campanha. 

Na quarta-feira (27/01), o cavado dará origem a uma nova frente fria, associada a um ciclone sobre o oceano, e que contribuirá para o alinhamento da umidade ao sul do Rio Grande do Sul. Com isso, há condição para tempestades severas sobre grande parte do Uruguai, além do nordeste da Argentina e as faixas oeste e sul do Rio Grande do Sul.

 

*Material exclusivo e elaborado pela equipe Agrotempo.

 

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Cafelândia - PR
Atualizado às 16h38 - Fonte: Climatempo
31°
Pancada de chuva

Mín. 18° Máx. 32°

34° Sensação
14.5 km/h Vento
55.8% Umidade do ar
80% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (26/02)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 31°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Sábado (27/02)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 31°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias