Sexta, 15 de Outubro de 2021
20°

Pancada de chuva

Cafelândia - PR

Saúde PROCURA

TERAPIA:

eu faço, saiba porque

28/03/2021 às 11h05
Por: Eliane de Fatima Bruger Racoski
Compartilhe:

“Faço terapia porque vivo num mundo grande demais para me jogar de uma vez. Eu faço terapia para aproveitar o banho em vez de me afogar”afirma um paciente.

            Essa fala de um paciente, me motivou a refletir sobre o eu nos motiva verdadeiramente a se lançar em novas práticas e novas formas de vivenciar o que chamamos de vida!

 A sociedade atual e o mundo moderno são muito diferente do que nossos pais e avós viveram.  Vivemos hoje um processo de aceleramento social global, e porque não dizer também biológico do desenvolvimento humano. Tudo é precoce e acelerado, ampliando as sensações de ansiedade, medotristezadepressão e estresse. Estar apto a lidar com essa realidade exige um esforço adicional, que pode ser facilitado pela psicoterapia. No cenário caótico do século XXI, ir ao psicólogo é um hábito natural e saudável.

A psicoterapia permite que cada pessoa se  aproprie com mais naturalidade das situações sócio afetivas e emocionais que estruturam o processo de amadurecimento e de reconhecimento das nossas potencialidades e nos tornamos mais suscetíveis e conscientes do papel da nossa existência e do papel dos sujeitos sociais que nos relacionamos, sejam no âmbito familiar, social, de trabalho entre outros, permitindo que nossas atitudes e ações se direcionem a uma   melhor escolha na  realização de nossas ações.

É claro, que esse processo é lento e profundo, mais com riquíssimos resultados aos pacientes, no primeiro momento as queixas iniciais vão sendo elaboradas ao longo das sessões, o paciente se desenvolve e atinge novos patamares de crescimento em sua vida, aproveitando ainda mais a terapia por meio do processo de autoconhecimento e reflexões.

Minha experiência pessoal “Há alguns anos descobri que a terapia está entre os melhores investimentos que posso fazer por mim. Costumo dizer que cuidar da mente é tão importante quanto cuidar do corpo, e deve ter a mesma atenção. Muitos, equivocadamente, ainda costumam associar a ida a um psicólogo como "coisa de gente maluca" mas, eu posso afirmar que as pessoas mais brilhantes que conheço já passaram ou passam por algum processo psicoterapêutico ou psicanalítico.”

A psicoterapia ajuda a ampliar o autoconhecimento

 Sabe por que eu faço terapia?

“Porque amplia minha consciência. Quanto mais eu me conheço, mais consigo elaborar minhas decisões de forma assertiva. Consigo praticar a empatia e me colocar no lugar do outro com mais facilidade, ter relações mais saudáveis e fazer o que realmente gosto, sem culpa, sem preocupação. Todos nós temos problemas, precisamos tomar decisões diariamente, precisamos enfrentar nossos medos, nossas angústias e seguir caminhando. Contar com o trabalho especializado de um psicólogo é muito importante na maioria dos momentos. Acreditem, minhas melhores sessões costumam ocorrer quando chego ao consultório sem saber exatamente o que falar. Naquela uma hora, o mundo se abre”.

A psicoterapia foi um dos gatilhos que me motivou a estudar e atender na área da  psicologia.

Fico a disposição para sanar qualquer dúvida sobre o que é psicoterapia.

Grata 

Eliane Bruger Racoski

Psicóloga CRP08/12234

(45)99966-3648

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Eliane de Fatima Bruger Racoski
Eliane de Fatima Bruger Racoski
Sobre Eliane de Fatima Bruger Racoski Psicóloga com ênfase na psicanálise e Palestrante, Especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional. Especialista em Psicologia do Trânsito. Cursando pós graduação em Arteterapia e Neuropsicologia. Possui experiência com atendimento clínico com ênfase na Psicanálise, na Ciretran na realização de Avaliação Psicológica de candidatos para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Atuou como docente na pós-graduação em Psicopedagogia na Faculdade de E
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias