Quarta, 16 de Junho de 2021 19:40
45 99954 3000
Dólar comercial R$ 5,06 0.34%
Euro R$ 6,08 -0.59%
Peso Argentino R$ 0,05 +0.23%
Bitcoin R$ 208.267,68 -2.996%
Bovespa 129.259,49 pontos -0.64%
Economia Paraná

Estado repassou R$ 4,6 bilhões aos municípios em 2021

Só no mês de maio foram transferidos aos cofres públicos das prefeituras aproximadamente R$ 714 milhões.

07/06/2021 10h59 Atualizada há 1 semana
157
Por: Giovanna Trevelin Fonte: Secom Paraná
© José Fernando Ogura/AEN
© José Fernando Ogura/AEN

A Secretaria de Estado da Fazenda já repassou aos municípios paranaenses R$ 4,6 bilhões no acumulado de 2021 (janeiro a maio), segundo os dados do Sistema Integrado de Acompanhamento Financeiro. Este valor representa um aumento de 19% em relação ao mesmo período do ano passado (R$ 3.859.780.840,00). 

Só no mês de maio foram transferidos aos cofres públicos das prefeituras aproximadamente R$ 714 milhões. As transferências são parcelas das receitas estaduais que devem ser repassadas aos municípios. Dentre elas, destacam-se o Imposto Sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Serviços de Transporte Interestadual, Intermunicipal e de Comunicação (ICMS), Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), Fundo de Exportação (FPEX) e royalties do petróleo.  

No ano passado, o Governo do Estado transferiu um total de R$ 8,2 bilhões aos cofres municipais. A maior parte do montante repassado veio do ICMS, cujos repasses somaram R$ 2,96 bilhões líquidos, já deduzidos 20% para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização aos Profissionais da Educação (Fundeb). 

Em seguida, vieram o IPVA, com R$ 1,5 bilhão depositados nas contas das prefeituras – valor correspondente aos veículos licenciados em cada município (50% do arrecadado). Já o Fundo de Exportação resultou num aporte de R$ 47,1 milhões nos cofres municipais, enquanto os royalties de petróleo somaram R$ 932 mil em repasses. 

Os valores são liberados às contas das prefeituras de acordo com os respectivos Índices de Participação dos Municípios (IPM), conforme determina a Constituição Federal de 1988. O inciso IV do artigo 158 estabelece que 25% da arrecadação de ICMS pertencem aos municípios, bem como 25% do montante transferido pela União ao Estado, referente ao Fundo de Exportação, de acordo com o artigo 159, inciso II e §3º. 

Os Índices de Participação dos Municípios são apurados anualmente para aplicação no exercício seguinte, observando os critérios estabelecidos pelas legislações estaduais pertinentes. 

Os municípios que obtiveram maiores repasses no ano foram:

Curitiba: R$ 687.104.947,68

Araucária: R$ 241. 552.037,98

São José dos Pinhais: R$ 187.469.547,45

Londrina: R$ 165.402.276,40

Maringá: R$ 158.297.658,53

Ponta Grossa: R$ 121.686.505,19

Cascavel: R$ 120.233.790,43

Foz do Iguaçu: R$ 106.190.085,79

Repasses em 2021: 

Janeiro: R$ 1,3 bilhão 

Fevereiro: R$ 823 milhões 

Março: R$ 879 milhões 

Abril: R$ 754 milhões 

Maio: R$ 714 milhões 

Total: R$ 4,6 bilhões

 

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:
Facebook: https://www.facebook.com/jornalintegracaopr/
Instagram: https://www.instagram.com/jornalintegracaopr/
Telegram: https://t.me/jinte

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias