Quarta, 16 de Junho de 2021 23:28
45 99954 3000
Saúde Vacinação

Todos os municípios do Paraná já estão vacinando a população em geral

A expansão do cronograma de vacinação foi possibilitada pela iniciativa do Governo do Estado de reservar do governo federal para dar início ao escalonamento etário abaixo dos 60 anos.

09/06/2021 08h11 Atualizada há 1 semana
100
Por: Giovanna Trevelin Fonte: Secom Paraná
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A vacinação contra a Covid-19 no Paraná avançou para além dos grupos considerados prioritários. A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informou nessa terça-feira (8) que todos os 399 municípios paranaenses já estão em processo de imunização da população adulta em geral, parcela da sociedade formada por pessoas com idade variando entre 18 e 59 anos e que não se enquadram entre as prioridades estabelecidas pelo Plano Nacional de Imunização (PNI).

A expansão do cronograma de vacinação foi possibilitada pela iniciativa do Governo do Estado de reservar do governo federal para dar início ao escalonamento etário abaixo dos 60 anos. A remessa enviada aos municípios na semana passada separou 137.353 (38%) das 360.250 doses para o novo público. Os imunizantes são da Covishield, desenvolvido em parceria pela Fiocruz/AstraZeneca/Oxford.

“As vacinas estão chegando e não podemos ficar parados. A ordem é ir ampliando o público que será imunizado conforme a idade, chegando até aqueles mais novos que estão fora das prioridades. O objetivo do Governo do Estado é no fim do ano ter todas as pessoas acima de 18 anos vacinadas contra a Covid”, ressaltou o governador Carlos Massa Ratinho Junior.

O protocolo estabelecido pela Sesa determina que a aplicação neste novo público-alvo seja escalonada de forma sucessiva e decrescente, iniciando na faixa etária de 59 e 58 anos.

EXEMPLOS

Além do avanço natural, algumas cidades, contudo, estão com o calendário ainda mais adiantado. Paranavaí, no Noroeste, já começou a vacinar o público de 57 anos. Campo Mourão, no Centro-Oeste, trabalha para fechar a semana com todos os acima de 56 anos imunizados. E em Cornélio Procópio, no Norte Pioneiro, e em Foz do Iguaçu, no Oeste, a faixa etária alcançou os 53 anos.

Mesmo público que Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, espera atingir até sábado (12) – atualmente está em 55 anos. E, gradativamente, ir diminuindo a idade até alcançar o pessoal de 45 anos até o fim de junho.

Paranaguá, Antonina e Guaraqueçaba, todas no Litoral, também projetam imunizar o grupo a partir de 45 anos neste mês. “Nossa expectativa é que, até o final deste semana, a população de até 39 anos receba a primeira dose da vacina”, contou o prefeito de Paranaguá, Marcelo Roque.

Ele explica que mobilizou um grande efetivo da prefeitura para tornar a logística mais ágil. “Não escolhemos dia para começar a vacinar. A vacina chega e nós começamos imediatamente o processo. Temos uma equipe de 130 pessoas da prefeitura dedicada a isso”, explicou.

Durante o feriado de Corpus Christi, a prefeitura imunizou 7,5 mil pessoas na quinta e na sexta - nesse último caso, até as 2h30 de sábado.

A cidade tem 105 mil pessoas com mais de 18 anos aptas a serem vacinadas. Até segunda (7), 47 mil parnanguaras já haviam recebido a primeira dose da vacina contra a Covid-19, cerca de 45% da população. 

Bem perto de Paranaguá, outro município que se destaca na aplicação das vacinas é Antonina. Com cerca de 13 mil pessoas computadas para receber o imunizante com 18 anos ou mais, Antonina já vacinou cerca de 8,3 mil habitantes.

MAIS POPULOSAS

Entre as cidades mais populosas, Curitiba estima terminar a semana com as pessoas de 56 anos protegidas contra o vírus. Londrina e Maringá pretendem chegar na sexta-feira (11) com as pessoas de 55 anos imunizadas. Cascavel também reservou a sexta-feira, mas para proteger quem tem a partir de 58 anos. Ponta Grossa, por sua vez, dá início nesta quarta-feira (09) à vacinação de quem já completou 58 e 59 anos.

“Estamos nos organizando para avançar cada vez mais. As vacinas estão chegando com um ritmo melhor o Estado, o que nos permite programar a ampliação das pessoas imunizadas. Contamos com a parceria dos municípios para que as doses cheguem o mais rapidamente possível ao braço dos paranaenses”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. “É com vacina e rapidez na aplicação que vamos vencer a pandemia”.

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:
Facebook: https://www.facebook.com/jornalintegracaopr/
Instagram: https://www.instagram.com/jornalintegracaopr/
Telegram: https://t.me/jinte

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias