Sábado, 31 de Julho de 2021 03:23
45 99954 3000
Saúde São Paulo

SP inicia obras de modernização e ampliação do Hospital Regional do Vale do Ribeira

Com investimento de R$ 28 milhões, região ganha estrutura moderna com 98 leitos, pronto-socorro, área materno-infantil e setor de oncologia

12/06/2021 15h31
168
Por: Da Redação Fonte: Secom São Paulo
Foto: Reprodução/Secom São Paulo
Foto: Reprodução/Secom São Paulo

O Governador João Doria anunciou neste sábado (12) o início das obras de ampliação e modernização do Hospital Regional do Vale do Ribeira, localizado em Pariquera-Açu, que reforçará a capacidade de atendimento em diversas especialidades.

SP inicia obras de modernização e ampliação do Hospital Regional do Vale do Ribeira
Foto: Reprodução/Secom São Paulo

“É uma obra muito importante, há muitos anos que se espera esse novo hospital. Na verdade, é uma obra tão intensa, tão importante, são quase R$ 30 milhões, é praticamente um novo hospital aqui em Pariquera-Açu. Estamos felizes e satisfeitos de, dentro do programa Vale do Futuro, realizar este investimento, contratar a construção e a recuperação do hospital, colocando 98 leitos, sendo 18 de UTI e 80 de atendimento primário. Assim como várias outras áreas serão implementadas, equipamentos comprados e novas equipes de profissionais, médicos, enfermeiros e fisioterapeutas”, destacou Doria.

Com investimento total de R$ 28 milhões, as melhorias estruturais permitirão a implantação de 98 leitos novos, incluindo 18 de UTI, pronto-socorro, área materno-infantil e setor de oncologia. A intervenção prevê a reforma de cinco andares e a adequação de cobertura de interligação do hospital com a cozinha existente, além da construção de um abrigo de resíduos hospitalares e um posto de transformação. A estrutura já possui 8,5 mil m² de área construída e ganhará outros 213 m² com a edificação complementar.

Esta é a segunda fase de intervenções realizadas nos últimos anos. Em 2015, foram entregues o serviço de Hemodiálise e o Laboratório de Anatomia Patológica e em 2017 foi concluído o Serviço de Nutrição e Dietética.

O hospital opera de “porta-aberta” e foi estabelecido como referência para casos do novo coronavírus. No decorrer da pandemia, já recebeu mais de 3 mil pacientes com a doença, dispondo de 10 leitos UTI e 26 clínicos exclusivamente para isto. Além disso, mantém atendimentos especializados para outras patologias, incluindo urgências e emergências clínicas e cirúrgicas, oncologia, traumato-ortopedia, neurocirurgia, urologia, cirurgia vascular, obstetrícia, entre outras.

Há 71 anos, é referência para os municípios de Barra do Turvo, Cajati, Cananéia, Eldorado, Jacupiranga, Juquiá, Miracatu, Pariquera-Açu, Pedro de Toledo, Eldorado, Iguape, Ilha Comprida, Pedro de Toledo, Registro e Sete Barras. Também atende a demanda da Rodovia Régis Bittencourt, que liga os estados de São Paulo e Paraná.

 

Centro de Assistência Psicossocial

Na ocasião, o Governador também entregou oficialmente a Clínica Saúde em Ação/ CAPS (Centro de Assistência Psicossocial) Atihe Wahib Mathias, em Registro, que será referência para tratamento de saúde mental na cidade.

Esta será a última das 149 clínicas entregues pelo Programa “Saúde em Ação em diferentes pontos do Estado nos últimos anos. Somente nesta unidade, foram investidos R$ 2,8 milhões para construção e aquisição de equipamentos. O prédio de 510 m² conta com 7 salas, sendo 3 de atendimento individualizado, sala de medicação, arquivos, administração e reuniões, além de espaço de convivência e área coletiva para a interação dos usuários.

As equipes dos CAPS “Saúde em Ação” contam com médico de saúde mental, enfermeiros e técnicos, e podem atender até 50 pacientes. Nos Centros são realizadas consultas médicas, atividades recreativas terapêuticas, discussões em grupo e atividades de apoio para pessoas com dependências mentais variáveis.

O “Saúde em Ação” investe um total de R$ 826 milhões em obras de CAPS, UBS, hospitais e AME, sendo R$ 160 milhões no Vale do Ribeira, direcionados a obras em 15 UBS, 2 CAPS e o novo Hospital Regional de Registro.

 

Prospera Jovem 2021

Uma nova edição do Programa Prospera Jovem 2021 foi também anunciada durante o evento de Pariquera-Açu. O programa visa promover a mobilidade social de 2 mil estudantes, com investimento total de R$ 2,5 milhões. A iniciativa beneficiará cinco vezes mais estudantes da região do Vale do Futuro se comparado com a edição anterior.

Com metodologia exclusiva, o programa preza pela autonomia e crescimento pessoal e profissional dos jovens que querem ser os vetores de mudança das suas famílias e comunidades. Agora, o Prospera Jovem está com as inscrições abertas para os estudantes do 2º e 3º ano do ensino médio da Rede Pública Estadual de Ensino.

Além de construção de um projeto de vida, oficinas, capacitações e tutoria constante, o programa prevê ainda o incentivo financeiro de até R$ 1,2 mil para cada participante, ao final do ciclo.

 

Novo CCI em Iguape

Ainda no mesmo evento, o Governador João Doria e a Secretária de Desenvolvimento Social, Célia Parnes, anunciaram a construção de um Centro de Convivência do Idoso em Iguape, também na região do Vale do Ribeira. O novo equipamento receberá investimento de mais de R$ 250 mil. Ao todo, a atual gestão já entregou 48 equipamentos para idosos em todo Estado.

O Centro de Convivência do Idoso tem 200 m² de área construída e capacidade de atender cerca de 200 idosos independentes, em situação de vulnerabilidade, a partir de 60 anos. Os espaços de sociabilização oferecerão atividades socioeducativas, aprendizado de novas habilidades e inclusão digital.

 

Casas da Juventude

Também foi anunciado que os municípios de Ilha Comprida, Iguape e Registro receberão o projeto Casa da Juventude, que vai oferecer espaços multiuso de apoio ao público jovem no início da vida profissional. Serão investidos, em todo o Estado, cerca de R$ 20 milhões em construção de centros de apoio profissional com espaço coworking que serão implantados em parceria com municípios. O valor destinado ao projeto nas três unidades é de R$ 1,8 milhão.

O projeto será gerido pela Secretaria de Desenvolvimento Regional e as cidades interessadas devem, obrigatoriamente, contar com um Conselho Municipal de Juventude e ter população menor que 150 mil habitantes.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias