Terça, 28 de Setembro de 2021
36°

Poucas nuvens

Cafelândia - PR

Tecnologia Tecnologia

Unidade EMBRAPII inaugura a maior planta de produção de grafeno em escala industrial da América Latina

Iniciativa vai contribuir com o desenvolvimento de novas aplicações industriais para o metal, considerado “o material do futuro”

10/07/2021 às 11h51
Por: Fonte: Embrapii
Compartilhe:
Foto da Wikipedia - Folha de Grafeno
Foto da Wikipedia - Folha de Grafeno

 

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) participou da inauguração oficial da UCSGraphene, maior planta de produção de grafeno em escala industrial da América Latina, instalada no Parque de Ciência, Tecnologia e Inovação na Universidade de Caxias do Sul (RS) - o TecnoUCS, nesta sexta-feira (9). O evento marcou a abertura da Primeira Feira Brasileira do Grafeno - que acontece até o dia 16 deste mês, e contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro e dos ministros da Ciência, Tecnologia e Inovações, Astronauta Marcos Pontes, e da Educação, Milton Ribeiro.

 

A planta da UCSGaphene é resultado de 17 anos de pesquisas avançadas na área de nanomaterais. Por sua experiência em atuar em projetos de inovação com a indústria, o grupo de pesquisa da Universidade de Caxias do Sul passou a integrar a Rede MCTI/EMBRAPII de Inovação em Grafeno e a ter disponível recursos não reembolsáveis para desenvolver novas aplicações industriais para o grafeno em parceria com empresas nacionais.

 

O grafeno tem incríveis propriedades físicas, além de ser o mais leve e fino material existente, é duzentas vezes mais forte do que o aço e considerado o melhor material condutor de calor e de eletricidade. Somam-se ainda à lista de características a alta flexibilidade, impermeabilidade e transparência do material. A combinação única de propriedades superlativas do grafeno, o torna uma plataforma tecnológica que impacta dezenas de setores industriais.

 

Na feira, será possível de conhecer algumas das indústrias que já produzem com o material. Entre os expositores da feira estão as empresas IKG Química, Taurus Helmets, Giroplastic, New Tech Company, Taurus, Lavita, RodOil, ZNano, Ford, Sinalsul, Pettenati, Imobras, Apolo, VerGraf, ModalEduca, ZextecNano (parceira da planta da Universidade atua em ações de produção e comercialização de grafeno e intermediação de projetos de desenvolvimento de produtos).

 

O reitor da UCS, Evaldo Antônio Kuiava, ressalta a possibilidade de compartilhar com a sociedade o potencial do grafeno e mostrar que para além das pesquisas, sua produção é uma realidade. Ele frisa que o ecossistema de inovação na Universidade qualifica o ensino e impacta o mercado, através da conexão estabelecida com as empresas. “Dispomos de um produto viável à indústria, capaz de gerar renda para a sociedade com tecnologia brasileira”, declara.

 

A feira é uma realização do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), da Fundação Universidade de Caxias do Sul, da Universidade de Caxias do Sul, da UCSGraphene e a da ZextecNano. Empresas interessadas em visita-la podem fazer a inscrição através do link https://www.ucs.br/site/1-feira-brasileira-do-grafeno/.

 

Sobre a EMBRAPII 

A EMBRAPII atua por meio da cooperação com instituições de pesquisa científica e tecnológica, públicas ou privadas, tendo como foco o fomento a pesquisas de inovação. O financiamento da instituição obedece a seguinte regra geral: a EMBRAPII pode investir até 50% das despesas para determinada pesquisa, enquanto o restante é dividido entre a empresa e a Unidade EMBRAPII.

 

Ao compartilhar riscos de projetos com as empresas (por meio da divisão dos custos do projeto), estimula-se o setor industrial a inovar mais e com maior intensidade tecnológica para, assim, potencializar a força competitiva das empresas tanto no mercado interno como no mercado internacional.

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias