Quinta, 16 de Setembro de 2021
17°

Poucas nuvens

Cafelândia - PR

Esportes Olimpíadas

Com mais uma convocação, Paraná alcança 36 representantes em Tóquio

Alex Pereira Witkovski foi convocado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro a integrar a equipe de voleibol sentado, que disputará os Jogos Paralímpicos entre os dias 24 de agosto e 5 de setembro. Ele foi contemplado na Categoria Nacional do programa Geração Olímpica.

29/07/2021 às 10h13 Atualizada em 29/07/2021 às 10h18
Por: Amanda Fonte: Da Agencia AEN
Compartilhe:
A maior delegação da história do Paraná nos Jogos de Tóquio 2020 acaba de crescer. Isso porque o atleta Alex Pereira Witkovski foi convocado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro a integrar a equipe de voleibol sentado, que disputará os Jogos Paralímpicos en
A maior delegação da história do Paraná nos Jogos de Tóquio 2020 acaba de crescer. Isso porque o atleta Alex Pereira Witkovski foi convocado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro a integrar a equipe de voleibol sentado, que disputará os Jogos Paralímpicos en

 

A maior delegação da história do Paraná nos Jogos de Tóquio 2020 acaba de receber mais um integrante. O atleta Alex Pereira Witkovski foi convocado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro a integrar a equipe de voleibol sentado, que disputará os Jogos Paralímpicos entre os dias 24 de agosto e 5 de setembro de 2021. Com seu nome integrado à lista, o Paraná conta agora com 36 representantes entre técnicos e atletas olímpicos e paralímpicos.

Alex é calouro no programa Geração Olímpica, do Governo do Estado, e foi contemplado na Categoria Nacional em 2021. Sua carreira esportiva é bastante linear. Conquistou o bronze nos Jogos Abertos Paradesportivos do Paraná (Parajaps) em 2017, prata em 2018 e, em 2019, sagrou-se campeão brasileiro da série prata. Esta é a primeira vez que participa de uma competição internacional, e suas expectativas para os jogos não poderiam ser maiores.

“Estou muito ansioso, afinal será minha primeira competição internacional com a seleção e logo de cara uma Paralimpíada, que honra”, afirmou Alex. “Que eu possa fazer uma boa competição e que ajude meus companheiros a conquistar a nossa tão sonhada medalha paralímpica”.

A expectativa de medalha não é infundada. O time masculino é o segundo colocado no ranking da World Paravolley, a Federação Internacional de Vôlei Sentado, e está atrás apenas do Irã, campeão paralímpico na Rio 2016. Tendo em vista o bronze conquistado pela seleção feminina na última paralimpíada, a esperança é de marcar presença em ambos os pódios em Tóquio.

 

APOIO

Programa do Governo do Estado desenvolvido pela Superintendência Estadual do Esporte, o Geração Olímpica é a maior iniciativa em nível estadual de incentivo ao esporte na modalidade bolsa-atleta do País. Em 2021 está completando dez anos. Nesse período, mais de 10 mil atletas e técnicos do Paraná receberam bolsas em forma de apoio financeiro. O investimento desde o início é da Copel.

 

 

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:
Facebook: https://www.facebook.com/jornalintegracaopr/
Instagram: https://www.instagram.com/jornalintegracaopr/
Telegram: https://t.me/jinte

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias