Sábado, 16 de Outubro de 2021
19°

Pancada de chuva

Cafelândia - PR

Cultura Cultura

Ney Matogrosso faz 80 anos

Assista e ouça mais do cantor.

01/08/2021 às 10h59
Por: Fonte: EBC
Compartilhe:
 Ney Matogrosso faz 80 anos

 

"E o que me importa é não estar vencido
Minha vida, meus mortos, meus caminhos tortos
meu sangue latino, minha alma cativa"

Era o ano de 1973 quando os versos de Sangue Latino (de João Ricardo e Paulinho Mendonça) saíam de uma forma especial da voz de um jovem cantor, de aparência andrógina, vindo de Bela Vista (MS) e que faria história a partir daquele primeiro disco do grupo Secos e Molhados (que incluiu, entre as músicas, Rosa de Hiroshima, e vendeu mais de um milhão de cópias).

No ano seguinte, Ney de Souza Pereira, que adotou o apelido Ney Matogrosso, faria mais um LP com a banda, e depois partiria para a carreira solo. Mais 33 discos e uma das histórias mais marcantes da música brasileira.

Neste domingo (1º), Ney completa 80 anos. O aniversário do artista é uma das datas a serem celebradas nesta primeira semana de agosto. A coluna Hoje é Dia mostra que o acervo de veículos da EBC é vasto dessa trajetória de cinco décadas de carreira, reinventada em talento e visibilizada pelas impactantes transformações no palco.

No ano de 2014, no programa Sem Censura, Ney Matogrosso ratificou que o seu trabalho de palco mistura o cantor e o ator em toda a carreira para sempre contar uma história. "Eu nunca subi no palco como uma pessoa, mas como uma personagem", disse.

O artista voltou a tratar sobre esse assunto no programa Estação Plural, também da TV Brasil. Para ele, essa personagem é um híbrido masculino, feminino, inseto, ave, felino...  "Eu gostaria de ser uma águia, um tigre. No palco eu realizo tudo isso". O artista lembrou-se, na ocasião, que saiu de casa com 17 anos de idade e foi ser militar da Aeronáutica. Chegou também a ser enfermeiro. Mas o destino dele seria a música.

No programa, o crítico Jotabê Medeiros explicou que uma revolução realizada pelo Ney Matogrosso foi comportamental. "Ele demonstrou talento extraordinário com uma trajetória particular. Ele é um cara de cena. Um talento cênico excepcional. Ele seria excepcional em qualquer cultura. Trata-se de um interprete de leque inacreditável".

O crítico contextualiza que a obra do artista se renova sempre, tanto que mantém um diálogo muito rico com novas gerações. Ainda no Estação Plural, o diretor de arte Marcus Preto acrescenta que Ney foi sempre capaz de transitar por vários gêneros. "Com uma capacidade cênica que o transformou em um dos "maiores artistas do mundo". 

Ney Matogrosso explicou que seu estilo marcante desde os tempos do Secos e Molhados surgiu a partir de reflexões sobre o espaço de representações. "Por que um bailarino pode ter um gesto mais poético e um cantor não pode? Aí quando eu via que as pessoas ficavam perturbadas, descobri que era o caminho. Não podemos ficar parados em trilhos. Sem questionar nada (...) Não tem lado ruim em ser transgressor", afirmou.

Nas entrevistas, Ney Matogrosso explica que o ser "híbrido" dos palcos desaparece ao final das performances, e dá lugar a uma pessoa mais tranquila.  Para ouvir mais de Ney, em um estilo diferente, ouça interpretação dele em especial para homenagear o cantor Lupicínio Rodrigues.

 

Baque

Ainda no campo da música, este domingo também é dia do maracatu. Uma manifestação cultural que, há sete anos, foi celebrada como patrimônio imaterial do Brasil.  No baque solto, ou maracatu rural, ou no baque virado, o maracatu-nação, faz parte da identidade cultural principalmente pernambucana.

Há nove anos, o programa Expedições, da TV Brasil mostrou quatro grupos: Estrela Brilhante de Igarassu, Piaba de Ouro, Beija-Flor de Aliança e Maracatu Nação Pernambuco. A atração recorda ainda que o ritmo foi perseguido pelos colonizadores, mas sobreviveu para contar uma história de amor e luta.

Uma cultura vivíssima, nas áreas urbanas e rurais, e que fica mais visível para o país inteiro no período de Carnaval. 

 

 

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:
Facebook: https://www.facebook.com/jornalintegracaopr/
Instagram: https://www.instagram.com/jornalintegracaopr/
Telegram: https://t.me/jinte

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias