Terça, 19 de Outubro de 2021
17°

Pancada de chuva

Cafelândia - PR

Agricultura Agronews

Comércio exterior para produtos agropecuários cresce no Brasil

De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o país alcançou 150 novos mercados.

10/08/2021 às 08h41
Por: Fonte: Da ocepar
Compartilhe:
Comércio exterior para produtos agropecuários cresce no Brasil

 

Negociações bilaterais com outros países abriram novos mercados para os produtos agrícolas brasileiros. O acordo firmado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) levam em consideração parâmetros de sanidade e resultaram na marca de 150 mercados abertos em 43 países, desde janeiro de 2019.

 

Confira os dados:

Pescados - , Neste mês de agosto, a abertura mais recente foi de pescados brasileiros para o México. No mês anterior, aconteceu a formalização de quatro novas possibilidades de acesso: sêmen de búfalos para a Turquia, sementes de melão para a Nicarágua, de café arábica para o Equador e de coco para a Costa Rica.

Diversificação - O trabalho realizado pelo Mapa permite a diversificação das diferentes formas de exportação para os produtores brasileiros, com o propósito de reduzir a concentração da pauta exportadora tanto em produtos, quanto em destinos.

Negociações - Aberturas de mercados são resultado de negociações bilaterais que alcançaram o acordo dos parâmetros de sanidade atestados e do certificado correspondente, sanitário, fitossanitário ou veterinário, que passará a ser aceito pelo país importador nos pontos de entrega da mercadoria.

Mercados - Do total dos 150 novos mercados, 74 são nas Américas, 57 na Ásia, 18 na África e um na Oceania.

Preparação - A abertura de mercados, no entanto, não significa a ampliação imediata do comércio. É preciso, ainda, uma gama de preparos do produtor e do exportador para atender às demandas de cada um desses novos clientes, além do desenvolvimento de atividades de promoção comercial e de divulgação.

Exportações de 2021 - De janeiro a junho de 2021, as exportações brasileiras do agronegócio somaram US$ 61,49 bilhões, o que representou um crescimento de 20,8% em relação ao exportado no mesmo período em 2020. Isso resultou em um montante recorde para o primeiro semestre em termos de exportações do setor, uma vez que o maior valor já registrado para o período até então havia sido em 2020 (US$ 50,90 bilhões).

Percentual - O agronegócio representou 45,3% das exportações totais brasileiras no primeiro semestre de 2021.

Importações - As importações do agronegócio, por sua vez, alcançaram a cifra de US$ 7,50 bilhões no semestre, ou seja, 20,2% acima dos US$ 6,24 bilhões registrados no mesmo período do ano anterior. O saldo da balança comercial do setor foi de US$ 53,99 bilhões, o que compensou o déficit de US$ 17,26 bilhões dos demais setores. (Mapa)

 

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:
Facebook: https://www.facebook.com/jornalintegracaopr/
Instagram: https://www.instagram.com/jornalintegracaopr/

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias