Terça, 28 de Setembro de 2021
36°

Poucas nuvens

Cafelândia - PR

Geral Paraná

Jovens da socioeducação terão carteira de trabalho física para facilitar acesso ao mercado

O acordo prevê também uma série de ações para implementar políticas públicas que contribuam para a inserção social dos adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas de internação e restrição de liberdade.

11/09/2021 às 12h00
Por: Amanda Fonte: Da Agencia AEN
Compartilhe:
A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho e a Superintendência Regional do Trabalho do Governo Federal assinaram nesta sexta-feira (10) um protocolo para que os jovens internados para cumprir medidas socioeducativas tenham acesso às carteiras de trabalh
A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho e a Superintendência Regional do Trabalho do Governo Federal assinaram nesta sexta-feira (10) um protocolo para que os jovens internados para cumprir medidas socioeducativas tenham acesso às carteiras de trabalh

 

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) e a Superintendência Regional do Trabalho do governo federal assinaram nesta sexta-feira (10) um protocolo para que os jovens internados para cumprimento de medidas socioeducativas tenham acesso à carteira de trabalho física. A medida foi adotada porque o documento passou a ser emitido apenas de forma digital e este público não têm acesso ao telefone celular.

O acordo prevê também uma série de ações para implementar políticas públicas que contribuam para a inserção social dos adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas de internação e restrição de liberdade. O secretário Ney Leprevost reforça que,

“É preciso despertar nos adolescentes o interesse pelo mundo do trabalho e dar condições para que eles possam se reinserir na sociedade”.

Assinaram a parceria, além do secretário; o superintendente Regional do Trabalho, Paulo Kronéis; o chefe do Departamento de Atendimento Socioeducativo da Sejuf, David Pancoti; a chefe do Departamento de Trabalho, Suelen Glinski, e o coordenador da Rede das Agências do Trabalhador do Paraná, Walmir dos Santos. David Pancotti salienta que,

“Com o Cartão Futuro, os cursos de qualificação e a documentação adequada, como a carteira de trabalho, nós estamos dando as condições para que esse jovem possa ter novas oportunidades”.

A chefe do Departamento de Trabalho da Sejuf destaca que as ações vão além deste público.

“Com o trabalho nas unidades socioeducacionais, também temos a oportunidade de cadastrar as famílias desses jovens para que se candidatem às vagas de emprego nas agências do Trabalhador”.

 

 

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:
Facebook: https://www.facebook.com/jornalintegracaopr/
Instagram: https://www.instagram.com/jornalintegracaopr/

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias