Sexta, 03 de Dezembro de 2021
27°

Poucas nuvens

Cafelândia - PR

Mulheres Plurais Educação

Obra literária é lançada pela UEL com o objetivo de destacar as mulheres filósofas

Com apoio do Departamento de Filosofia da UEL, livro tem a proposta de combater o apagamento de mulheres na Filosofia.

26/09/2021 às 09h57
Por: Fonte: Da Agencia UEL
Compartilhe:
Foto: pixabay
Foto: pixabay

 

A nova obra literária, que teve a contribuição do Departamento de Filosofia da UEL, acaba de ser lançada pela Editora Engenho das Letras. O livro denominado “12 Mulheres 12 Filósofas 12 Artistas” foi produzido e coordenado por uma equipe exclusiva de mulheres pesquisadoras e artistas do Centro de Letras e Ciências Humanas (CCH).

O lançamento ocorreu na última quarta (22), durante o XI Ciclo Hannah Arendt, promovido pelo Departamento de Filosofia e teve como tema “A visibilidade das mulheres na filosofia”. O livro é vendido por R$70,00 e possui 334 páginas.

Segundo a professora Maria Cristina Muller, do Departamento de Filosofia e coordenadora do Ciclo Hannah Arendt, a intenção da obra é combater o “apagamento de mulheres no pensamento filosófico”,

“Desde a Antiguidade Clássica temos mulheres envolvidas com a Filosofia, só que esses conhecimentos não chegam até nós, muitas vezes, o que nos traz uma concepção de Filosofia como uma atividade masculina”.

O livro é organizado por Maria Cristina e Daniela Hruschka Bahdur, também professora do Departamento,

“Da mesma forma, se olharmos as grades curriculares dos cursos de graduação e pós-graduação em Filosofia, podemos ver que dificilmente há pensamentos de mulheres em discussão, assim como há poucas mulheres lecionando e nos bancos da sala de aula”.

 

Produção científica e artística

A obra é dividida em 12 capítulos, cada um a respeito de uma filósofa. Entre as autoras comentadas, estão a filósofa e economista alemã Rosa de Luxemburgo e as filósofas brasileiras Sueli Carneiro e Lélia Gonzalez. A professora ainda comenta que,

“Nesses dois casos (de Lélia e Sueli), ainda há o complemento de serem mulheres negras, que passam por um duplo apagamento”.

Cada um dos 12 capítulos contém uma obra de arte, produzida por uma artista, conclui a professora. O livro pode ser adquirido pelo site da Editora Engenho das Letras. 

“As artistas mergulharam nas autoras estudadas, compreenderam o que elas diziam e fizeram as intervenções no livro”.

 

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:
Facebook: https://www.facebook.com/jornalintegracaopr/
Instagram: https://www.instagram.com/jornalintegracaopr/

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias