Sexta, 03 de Dezembro de 2021
25°

Poucas nuvens

Cafelândia - PR

Mulheres Plurais Violência Domestica

Prefeitos discutem consórcio que abriga mulheres vítimas de violência

O consórcio irá acolher mulheres vítimas de violência doméstica, podendo ser ampliado para outras ações semelhantes

16/10/2021 às 08h01 Atualizada em 16/10/2021 às 08h14
Por: Fonte: AMOP
Compartilhe:
AMOP
AMOP

Reunidos ontem, na sede da Amop, em Cascavel, prefeitos e prefeitas da região Oeste do Paraná discutiram a modelagem de um futuro consórcio intermunicipal voltado a pessoas em situação de vulnerabilidade.

Esse consórcio inicialmente irá acolher mulheres que sofrem violência doméstica, podendo ser ampliado para outras ações semelhantes, como acolhimento de idosos, portadores de necessidades especiais e outros.

A reunião foi comandada pelo prefeito de Santa Tereza do Oeste e primeiro vice-presidente da Amop, Élio Marciniak, o Kabelo, devido à ausência do prefeito de Cascavel e presidente da Amop, Leonaldo Paranhos, que encontra-se em missão internacional a Dubai.

Foi criada uma câmara técnica que irá auxiliar nos trâmites legais de implantação do consórcio, composta pelos municípios de Medianeira, Quatro Pontes, Toledo, Céu Azul, Palotina e Cascavel.

A iniciativa de criação do consórcio partiu da Adamop (Associação das Primeiras-Damas do Oeste do Paraná), com apoio do prefeito de Toledo e segundo-vice-presidente da Amop, Beto Lunitti. Sua modelagem será definida nos próximos dias pela câmara técnica, bem como natureza jurídica, formatação, custeio, convênios e outras questões burocráticas.

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:

Facebook: https://www.facebook.com/jornalintegracaopr/

Instagram: https://www.instagram.com/jornalintegracaopr/

Telegram: https://t.me/jinte

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias