Domingo, 16 de Junho de 2024
17°

Parcialmente nublado

Cafelândia, PR

Geral Obras

Itaipu vai financiar estudos de viabilidade para construção de Anel Viário de Cascavel

Assinatura da Carta de Interesse foi feita com Parque Tecnológico Itaipu e Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Futuro Anel Viário vai desafogar o fluxo de veículos da cidadev

07/06/2024 às 20h34
Por: Postagem Fonte: Assessoria da Itaipu
Compartilhe:
Crédito das fotos: Sara Cheida/Itaipu Binacional
Crédito das fotos: Sara Cheida/Itaipu Binacional

A Itaipu Binacional vai financiar os estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental (EVTEA) para construção do Anel Viário de Cascavel (PR), obra que tem como objetivo desafogar o fluxo de veículos na cidade, que é cortada por duas rodovias federais. O financiamento deve ser da ordem de R$ 3 milhões. A assinatura da Carta de Interesse, junto com o Parque Tecnológico Itaipu e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), aconteceu na tarde desta sexta-feira (7), em uma cerimônia na Câmara Municipal de Cascavel.

A futura obra tem como objetivo criar dois novos contornos na cidade: o contorno norte, que vai conectar a BR-277 à BR-369 e, posteriormente, à BR-467; e o contorno sul, que vai desviar a BR-277 do centro da cidade. Junto com o contorno oeste, já existente, as obras formarão uma Anel Viário, desviando o fluxo de veículos da cidade, reduzindo acidentes e melhorando a logística de transportes de toda a região.

“Os contornos são um sonho antigo e uma necessidade nossa. Nós temos uma cidade com 360 mil habitantes cortada por duas rodovias federais, a BR-277 e a BR-467. Na região sul, nós temos 65 mil pessoas separadas pela BR-277, e na região norte nós temos 90 mil pessoas em outro corte, da BR-467. O anel vai desonerar esse fluxo rodoviário que passa por dentro da cidade”, afirmou o prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos.

Para o prefeito, a atuação da Itaipu é fundamental em mais um investimento na região. “A Itaipu tem que continuar sendo uma ferramenta de desenvolvimento na região. O negócio da usina é energia, mas ela tem um papel importante no desenvolvimento social, principalmente, da região Oeste do Paraná, onde ela está localizada.”

 “Durante todo o primeiro ano de nosso mandato, nós cuidamos de destinar os recursos Itaipu para a geração de emprego e renda. Isso ocasionou um investimento, no ano passado, de mais de R$ 2 bilhões, e atingimos todas as cidades do Paraná e 35 municípios do Mato Grosso do Sul”, afirmou o diretor-geral brasileiro de Itaipu, Enio Verri. “Para este ano, visto que os municípios ainda estão executando estes investimentos, nós escolhemos algumas obras mais estruturantes”, concluiu.

De acordo com Enio, todos os investimentos de política social e infraestrutura feitos pela Itaipu estão em consonância com as políticas do governo federal.

Participaram da cerimônia, na Câmara Municipal, além de Paranhos e Enio Verri, deputados federais e estaduais, vereadores de Cascavel e representantes da Itaipu Binacional, do setor empresarial e industrial, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), entre outros.

Estudos de viabilidade

O conjunto de estudos a serem desenvolvidos no EVTEA levantam os benefícios diretos e indiretos decorrentes dos investimentos para implantação de nova infraestrutura, por meio de coleta de dados em campo e de fontes especializadas. Além disso, no EVTEA verificam-se os índices de viabilidade das opções de traçado estudadas, se os benefícios justificam os custos com os projetos e execução das obras previstas.

Para esta parceria, a Itaipu participará como financiadora e o Parque Tecnológico Itaipu terá a responsabilidade de executar o estudo, por meio de contratações e estudos técnicos. Já o DNIT terá como responsabilidade a apreciação do estudo desenvolvido, por ser o órgão responsável por planejamento de infraestruturas de rodovias federais. Sendo viável, o trecho poderá constar no sistema nacional de viação para o planejamento de sua execução no longo prazo.

Segundo o diretor-presidente do PTI, Irineu Colombo, o parque tecnológico tem um centro de arquitetura e engenharia com tecnologia para ajudar nos estudos de viabilidade das obras. “Como é uma obra grande e envolve impactos populacionais, ambientais, várias intervenções de solo, por exemplo, o estudo pode sugerir que ela seja partilhada em fases. Em cada fase, é feito um projeto executivo, e busca por financiamento”, disse.

O diretor-executivo do DNIT, Carlos Antônio Rocha de Barros, explica que o EVTEA vai definir qual é a melhor formato das futuras obras, levando em consideração questões ambientais, econômicas e sociais. “É uma obra relevante não só para a região de Cascavel, por desviar o tráfico urbano, mas toda a carga que passa por aqui em direção a Foz do Iguaçu, Curitiba e a ligação com o Centro Oeste do País”, considerou.

Logística

O trecho da BR-277 que passa pela área urbana de Cascavel tem trânsito intenso, sendo considerado um dos grandes gargalos da rodovia, pois há um enorme fluxo de caminhões, vindos das mais diversas regiões do Brasil, Argentina e Paraguai, além do tráfego urbano do município, uma vez que a BR-277 divide a cidade.

Com a implementação do Anel Viário de Cascavel, será possível promover equilíbrio entre veículos de cargas e de passageiros de forma a eliminar o gargalo existente no trecho, melhorando o fluxo do trânsito de forma mais continuada na BR-277 e com a devida segurança, minimizando riscos de acidentes e melhorando a capacidade logística da região.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Cascavel - PR
Sobre o município Capital do Oeste do Paraná
Cafelândia, PR Atualizado às 01h01 - Fonte: ClimaTempo
17°
Parcialmente nublado

Mín. 15° Máx. 27°

Seg 26°C 15°C
Ter 23°C 18°C
Qua 29°C 15°C
Qui 20°C 18°C
Sex 28°C 15°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias