Sábado, 13 de Julho de 2024
12°

Tempo nublado

Cafelândia, PR

Saúde Saúde

Com apoio de esportistas, Saúde inicia campanha de incentivo à doação de sangue

Iniciativa lançada no Dia Mundial do Doador ocorre por meio do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar), com parceria com a Secreta...

14/06/2024 às 15h11
Por: Postagem Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
Foto: SESA-PR
Foto: SESA-PR

No Dia Mundial do Doador de Sangue, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) por meio do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar), iniciou nesta sexta-feira (14) mais uma edição da Campanha Doe Sangue pelo Esporte. A ação conta com a parceria da Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude de Curitiba (SMELJ) e do Biobanco do Hospital de Clínicas, da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Realizada anualmente, a iniciativa tem por objetivo incentivar a doação na capital paranaense, contando com o apoio de atletas e instituições parceiras. Este ano a mobilização deve seguir até 15 de novembro. Somente dentro da Rede do Hemepar, 384 hospitais públicos, privados e filantrópicos distribuídos em todas as regiões do Estado recebem bolsas de sangue para atendimento de pacientes em cirurgias, traumas e outros tipos de tratamento.

“O sangue é insubstituível e por isso queremos agradecer aos doadores que se mobilizam em postos de coleta espalhados pelo Estado nessa importante missão de salvar vidas. Aproveitamos para pedir para aqueles que ainda não doaram que agendem sua doação. Doar sangue é um gesto voluntário de amor e solidariedade”, afirmou o secretário da Saúde, César Neves, que abriu a campanha junto com a diretora do Hemepar, Vívian Patrícia Raksa, e da chefe da Unidade do HN Biobanco, Geiza Carla Rafaelli.

Doadora há nove anos, Camila Bueno foi até o Hemepar para fazer sua doação e ressaltou a importância do ato. “Eu doo desde os 16 anos, que é a idade mínima, já passei por algumas situações com familiares que precisaram de sangue e foi muito bacana ver a motivação das pessoas em ajudar. Existem situações que não sabemos como ajudar, mas aqui tem uma maneira fácil, rápida, indolor e que sabemos que ajuda muitas vidas”, disse.

ESPORTE E SOLIDARIEDADE– Gabriel Cristino da Silva, presidente do Curitiba Rugby Clube, organização apoiada pelo Programa de Incentivo ao Esporte da Prefeitura de Curitiba, também esteve no Hemepar e fez a sua doação, convocando mais atletas a fazerem o mesmo. “É bom saber que podemos ajudar muitas pessoas doando sangue. Eu sempre estou à disposição, assim como meus companheiros de esporte. Faço o convite aos atletas para que venham e doem”, disse.

O esportista André Prestes, de 31 anos, se sensibilizou com a causa e decidiu doar sangue pela primeira vez. “Viemos pelo esporte, para ajudar a comunidade e as pessoas que estão precisando dessa doação de sangue. O que nos motiva é saber que tem muita gente que precisa e também pessoas que podem ajudar, mas às vezes não vêm por falta de conhecimento, é um processo tranquilo”, afirmou.

“No ano passado, tivemos mais de 2 mil doações vindas de atletas e entidades esportivas e esse ano nós queremos bater esse recorde. Mas nossa principal intenção é que a doação se torne um hábito, que todos esses que estão aqui hoje venham durante o ano”, disse o diretor de Incentivo ao Esporte e Promoção Social da SMELJ, Guilherme Schlichta.

CAMPANHA ESTADUAL– O Governo do Estado, por meio da Sesa, lançou a campanha Paraná, terra de sangue bom para incentivar e reforçar as doações de sangue em todo o Estado durante o Junho Vermelho. Ao todo, o Hemepar possui 23 unidades de coleta para manutenção do estoque de sangue dos 399 municípios paranaenses. Somente este mês já foram registradas 7 mil bolsas de sangue em toda a Rede, numa média de quase 550 por dia.

Durante todo este ano, já são mais de 91 mil doações. Cada bolsa de sangue de 450 ml produz até quatro hemocomponentes que são separados em hemácias, plaquetas, plasma e crioprecipitado (plasma fresco congelado) e podem ajudar a salvar até quatro vidas.

DOAÇÕES– Para doar é necessário ter entre 16 e 69 anos completos. Menores de idade necessitam de autorização e presença do responsável legal. Os homens podem doar a cada dois meses, no máximo quatro vezes ao ano. As mulheres, a cada três meses, num total de três doações ao ano.

O doador deve pesar no mínimo 51 quilos, estar descansado, alimentado e hidratado (evitar alimentação gordurosa nas quatro horas que antecedem a doação) e apresentar documento oficial com foto (carteira de identidade, carteira do conselho profissional, carteira de trabalho, passaporte ou carteira nacional de habilitação).

O Hemepar ressalta que os doadores devem agendar a doação como forma de evitar filas e otimizar o estoque, sem que haja mais doações de um tipo sanguíneo e menos de outro. O agendamento pode ser feito AQUI ou diretamente nas unidades:

- Hemepar Curitiba, na Travessa João Prosdócimo, 145 – Telefone: (41) 3281-4000

- Biobanco Curitiba - Rua Agostinho de Leão Junior, 108, Alto da Glória – Telefone: (41) 3360-1875.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias