Comportamento

Novos solteiros têm outras prioridades antes de procurar a alma gêmea

Esta semana é de celebração ao dia do solteiro. Hoje eles são mais de 94 milhões, entre homens e mulheres, em todo o Brasil, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2015. Desquitados, divorciados e viúvos, que também podem ser incluídos neste perfil, representam mais de 20 milhões de pessoas no país.

A agência de casamentos Par Ideal realizou uma pesquisa que comprovou uma tendência: os brasileiros estão se casando mais tarde por diversos motivos, mas principalmente por priorizar uma estabilidade profissional e também por uma exigência maior pelo nível do futuro parceiro.

Sheila Rigler, proprietária da agência, explica que o perfil do solteiro mudou. “Eles são bonitos, bem sucedidos e resolvidos, e casam-se mais tarde do que antigamente. Resolvem primeiro as suas vidas e objetivos próprios para depois buscar a alma gêmea. Mas quando chega a hora de procurar o parceiro sabem exatamente o perfil que desejam”, explica.

Patricia Patruni (33), servidora pública, confirma: “Busquei conquistar primeiro o meu objetivo de vida profissional. Além disso, meu nível de exigência também é alto. Se aparecer alguém por quem me interesse ótimo, mas o casamento não é o foco da minha vida”, explica.

Quanto ao perfil do possível pretendente, Patricia é objetiva: “Tem que ser inteligente, maduro, divertido, bem resolvido profissionalmente, que queira constituir família. Se souber cozinhar e adorar lavar a louça seria meu homem perfeito!”, complementa.

Na hora “certa”, os homens também buscam o amor duradouro. Eduardo Luiz Klisiewicz (35), jornalista, já foi casado por cinco anos e agora, separado, busca um novo relacionamento. “Eu acredito muito no casamento e no amor, que entre duas pessoas pode prosperar e se solidificar com o compromisso”, ressalta.

Sheila conta que muitas pessoas não querem se expor na noite e em sites de relacionamentos e, por isso, procuram uma agência de casamentos com credibilidade para buscar relacionamentos sérios. “Quando as pessoas se cadastram ficam impressionadas como temos opções de parceiros com boa aparência física, bem resolvidos profissionalmente e de bem com a vida”, esclarece a empresária.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--