Quinta, 16 de Setembro de 2021
17°

Poucas nuvens

Cafelândia - PR

Meio Ambiente Rio Grande do Sul

Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura prorroga prazo para solicitar apoio técnico no programa Poço Legal

A Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema) prorrogou o período para solicitação de apoio técnico do Departamento de Recursos Hídricos e Saneamento (DRHS) no programa Poço Legal.

29/06/2021 às 06h05
Por: Da Redação Fonte: Secom Rio Grande do Sul
Compartilhe:
-
-

A Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema) prorrogou o período para solicitação de apoio técnico do Departamento de Recursos Hídricos e Saneamento (DRHS) no programa Poço Legal. O prazo, previsto para se encerrar em 30 de junho, foi estendido até 31 de julho de 2021.

A medida atendeu a um pedido da Federação das Comunidades Quilombolas do RS. Segundo o secretário Luiz Henrique Viana, “com diálogo foi possível fazer esse ajuste de datas para que todos pudessem solicitar o suporte e tivessem as mesmas oportunidades para o cumprimento desta etapa de cadastramento”.

• Clique aqui para acessar a Instrução Normativa que alterou a data. 

Cidadãos com cadastro no CadÚnico do governo federal, comunidades tradicionais – quilombolas e indígenas, e prefeituras com até 5 mil habitantes que realizarem o cadastro de poços para captação de água subterrânea por meio do Sistema de Outorga de Água (Siout-RS), poderão obter o apoio técnico para o processo de regularização, sem custo.

Após o fim das inscrições, integrantes do programa farão uma seleção dos cadastrados, com base nos requisitos, de acordo com a disponibilidade financeira destinada ao programa. Posteriormente, o DRHS entrará em contato por e-mail, informando a data em que a visita técnica será realizada.

O programa Poço Legal é uma iniciativa que visa incentivar e apoiar os donos de poços à regularização, que se dá por meio do pedido de autorização para o uso da água.Todos precisam normalizar a sua situação, realizando o cadastro e fazendo a solicitação de outorga ou tamponamento, por meio do Siout.

Coordenadora do programa, Flávia Dias ressalta que o uso irregular do recurso hídrico é uma infração ambiental e a sociedade precisa estar atenta. “É importante lembrar que o não cumprimento deste processo pode gerar multa no valor de mais de R$ 10 mil. Além disso, a contaminação dos poços é um problema complexo e oneroso de sanar, podendo ocasionar danos à saúde pública”, afirmou.

Como fazer o cadastramento

Para realizar o cadastro, é preciso acessar o Siout-RS. Na plataforma foi disponibilizado um Guia Rápido para auxiliar os usuários no processo.

• Clique aqui para acessar o Sistema de Outorga de Água (Siout-RS) no site da Sema.

Após a conclusão do cadastro, o número gerado deve ser encaminhado para o e-mail [email protected] Os usuários que não tiverem acesso à internet ou necessitarem de ajuda, poderão buscar apoio na Divisão de Outorga pelo telefone (51) 3288-7466, pelo Whatsapp (51) 3288-7463 ou nosBalcões de Licenciamento Ambiental Unificadono Estado.

Texto: Priscila Valério/Ascom Sema
Edição: Secom

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias