Sexta, 03 de Dezembro de 2021
27°

Poucas nuvens

Cafelândia - PR

Justiça Violência doméstica

Projeto permite transferência de servidora pública que sofrer violência doméstica

Deverá haver ajuda financeira para mudança e sigilo dos dados

19/03/2021 às 17h27
Por: Fonte: Agência Câmara de Notícias
Compartilhe:
Projeto permite transferência de servidora pública que sofrer violência doméstica

 

O Projeto de Lei 3475/19, do Senado, permite à Justiça determinar a transferência da servidora pública que sofrer violência doméstica ou familiar, garantido o sigilo. O texto está em tramitação na Câmara dos Deputados.

A proposta insere dispositivo na Lei Maria da Penha (Lei 11.340/06) para prever, nesses casos, a remoção – que na administração pública é o deslocamento de servidor no âmbito do mesmo quadro de pessoal.

Atualmente, pela Lei Maria da Penha, o juiz deve assegurar acesso prioritário à remoção para servidora nos casos de violência. O texto amplia o rol de medidas protetivas de urgência e assegura ajuda financeira para viabilizar a mudança. 

O projeto de lei, de autoria do senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), possibilita ainda o afastamento remunerado da servidora pública ofendida por até 15 dias, para tratamento psicossocial ou de saúde.

“Umas das medidas essenciais para proteção da vítima de violência doméstica é a interrupção do convívio com o agressor, que pode ser dificultada em razão da localidade de trabalho da servidora”, explica Rodrigo Pacheco.

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:

Facebook: https://www.facebook.com/jornalintegracaopr/

Instagram: https://www.instagram.com/jornalintegracaopr/

Telegram: https://t.me/jinteg

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias